Série Poetas Brasileiros

João Cabral de Melo Neto, nasceu em Recife, 9 de janeiro de 1920,

e faleceu no Rio de Janeiro, em 9 de outubro de 1999.

Foi poeta e diplomata brasileiro.

Criou uma nova forma de fazer poesia no Brasil. Sua obra poética, tinha tendência surrealista, indo à poesia popular. João Cabral escrevia poemas com alto rigor estético. Era avesso a confessionalismos, sua escrita é marcada pelo uso de rimas toantes.

O Cão Sem Plumas

A cidade é passada pelo rio como uma rua é passada por um cachorro; uma fruta por uma espada.

O rio ora lembrava a língua mansa de um cão ora o ventre triste de um cão, ora o outro rio de aquoso pano sujo dos olhos de um cão.

Aquele rio era como um cão sem plumas. Nada sabia da chuva azul, da fonte cor-de-rosa, da água do copo de água, da água de cântaro, dos peixes de água, da brisa na água.

Sabia dos caranguejos de lodo e ferrugem.

Sabia da lama como de uma mucosa. Devia saber dos povos. Sabia seguramente da mulher febril que habita as ostras.

Aquele rio jamais se abre aos peixes, ao brilho, à inquietação de faca que há nos peixes. Jamais se abre em peixes

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2015 por Bernadéte Schatz Costa

Joinville - Santa Catarina - Brasil

Whatsapp